foliculite: causas, tratamento e prognóstico

foliculite: causas, tratamento e prognóstico

seus pelos encravam com facilidade? sua pele apresenta carocinhos vermelhos ao redor dos folículos pilosos? é comum aparecerem erupções com pus próximo aos pelos? se sim, então pode ser que você tenha foliculite, babe! hoje, a madamecrème decidiu focar nessa condição, suas causas e como tratar para diminuir os sintomas. se você está interessada e se identificou com alguma das perguntas, então pode continuar a ler <3

definição de foliculite

essa condição é inflamatória e afeta os folículos pilosos.

como já mencionei, a foliculite pode aparecer como carocinhos vermelhos próximos aos pelos, muitas vezes acompanhados de pus. em casos mais graves e quando não há higienização, a foliculite pode até mesmo aparecer na forma de furúnculos e deixar cicatrizes permanentes na pele - péssimo, né? :/

apesar de ser uma condição crônica para algumas pessoas, principalmente homens com a barba crespa, a foliculite pode se desenvolver e ser agravada por algumas causas no dia a dia e em qualquer área do corpo.

causas da foliculite

algumas possíveis causas da foliculite são:

  • roupas muito apertadas
  • acúmulo de células mortas na parte superior do folículo
  • depilação à lâmina - pois cria pequenos cortes na pele e permite que bactérias penetrem, além de contribuir com o encravamento. 
  • remédios - alguns em específico, como aqueles contendo cortisona
  • infecção por estafilococos 
  • infecção por pseudomonas - causa carocinhos principalmente no rosto ou pernas
  • infecção viral - geralmente ocorre na face e é causada pelo vírus da herpes

tipo de foliculite

e você sabe o seu tipo de foliculite? sim! há muitas razões para a inflamação do seu folículo piloso, e a sociedade brasileira de dermatologia cita, no total, 8.

primeiro, há a foliculite superficial e a foliculite profunda, que podem ser subdivididas em 4 tipos cada.

o tipo mais comum de foliculites superficiais é a foliculite estafilocócica que, segundo a sociedade brasileira de dermatologia, ocorre quando o folículo piloso sofre uma infecção por bactérias, mais comumente pela Staphylococcus aureus. essa é uma das doenças de pele mais fáceis de serem desenvolvidas.

os tipos de foliculite profunda são um pouco mais graves. um dos mais conhecidos são os furúnculos e carbúnculos, que apresentam como sintomas muita vermelhidão e inflamação e se desenvolvem a ponto de culminar em pus. os furúnculos e carbúnculos maiores podem até mesmo deixar cicatrizes quando se rompem.

outro tipo de foliculite profunda é a foliculite eosinofílica. dermatologistas indicam que ela acomete, principalmente, quem é infectado pelo vírus HIV.

independentemente de ser superficial ou profunda, as lesões da foliculite precisam de cuidados, principalmente por conta da coceira e inflamação que podem surgir e pelo fato de que elas podem até mesmo deixar cicatrizes.

assim como a dermatite e outras doenças de pele, a foliculite pode ser tratada para que os seus sintomas diminuam. não há um melhor tratamento, mas vamos te contar algumas ações que você pode tomar hoje para diminuir os sintomas mais insuportáveis!

    tratamento para foliculite 

    como há tantas causas possíveis para a foliculite, não há um tratamento específico que resolva tudo, sorry :( 

    e, já que cada causa tem um tratamento, se você não quiser ir até um profissional logo de cara, precisa descobrir o que é que ativa o seu “modo bolinhas”, baby!

    se você tem foliculite e usa roupas muito apertadas, por exemplo, que tal testar o uso de roupas mais folgadas e confortáveis por um tempinho e ver se há alguma redução nos sintomas? talvez sinta menos coceira ou inflamação, e isso já alivia bastante!

    tanto a depilação à lâmina quanto à cera também podem agravar a foliculite ou até mesmo serem o veículo das causas iniciais - geralmente, as infecções bacterianas que originam a foliculite conseguem penetrar na pele através de cortes. muitos homens desenvolvem as lesões após fazer a barba, e podem acabar com cicatrizes.

    por isso, se você anda tendo foliculite na área da virilha, por exemplo, pode tentar fazer o teste simples e parar de depilar por um tempo.

    caso descubra que essa é a causa real do seu problema, pode investir em uma depilação a laser, testar a esfoliação antes de depilar à cera, depilar com uma máquina de barbear (não muito próxima à pele e sempre no sentido do crescimento), ou então ficar ao natural, no máximo aparando os pelos com uma tesourinha ;)

    se você passou algum tempo sem se depilar e ainda apresenta foliculite, pode testar um antibiótico que elimine as bactérias do mal de vez! - recomendo que você busque informação profissional antes de comprar ok?

    sua dermatologista provavelmente receitará antibióticos, pois eles ajudam muito no cuidado de lesões causadas por bactérias.

    DICA: você não tem foliculite na região íntima? ótimo!!! continue mantendo a saúde da pele aprendendo aqui como a esfoliação na região íntima pode ser super benéfica para ela  <3

    se, mesmo depois disso tudo você ainda apresentar a maldita, sua foliculite pode ser pseudomonas ou viral. pra descobrir isso é um pouco mais fácil - a pseudomonas normalmente aparece depois de entrarmos em piscinas ou banheiras mal higienizadas, e até pode ser tratada com antibióticos, e a viral ocorre no rosto, próxima aos lábios. ambas tendem a ir embora com o tempo, mas você pode sempre buscar a ajuda de uma médica caso seja recorrente.

    se você mantiver a higiene da pele, evitar depilar com lâminas e usar roupas apertadas, e não estiver tomando remédios que podem causar a foliculite, então é muito pouco provável que ela apareça. 

    evitar é o melhor remédio

    não sei se você percebeu, mas quase todas as opções de tratamento que a gente apresentou aqui são também formas de prevenção, exceto os antibióticos.

    isso porque a foliculite é uma reação da nossa pele a agentes e impurezas externas que causam infecção. além disso, a foliculite quase sempre está relacionada a hábitos, que podem ser desfeitos com um pouquinho de prática. 

    uma outra forma incrível de evitar a foliculite, mesmo que você nunca tenha tido, é manter uma rotina de esfoliação corporal para fazer uma limpeza profunda na pele. isso ajuda a evitar o encravamento de pelos, já que poros entupidos com sebo também são alvos de bactérias.

    um jeito fácil de adicionar a esfoliação corporal à sua rotina é usar a escova esfoliante 2x por semana durante o banho. 

    nossa pele é parte da nossa casa, e precisa ser muito bem cuidada. por isso, sempre que possível, evite usar produtos agressivos e criar microcortes, pois todas essas coisas podem ter um impacto negativo na saúde geral! 

    fugindo um pouquinho do foco da foliculite (mas não completamente), tenho uma última dica para sua pele - compre produtos naturais em lojas de beleza naturais! isso irá te ajudar a prevenir todos os tipos de condições de pele e te proporcionar uma beleza mais limpa e sustentável <3

     

    comentários

    seja o primeiro a deixar seu comentário
    todos os comentários são revisados antes de serem publicados